quinta-feira, 10 de março de 2011

Lendas Piauienses: Num-se-pode

Num-se-pode


"Num-se-pode" é uma lenda do tempo em que Teresina era iluminada por lampiões a gás. Naquele tempo os boêmios que buscavam diversão na noite teresinense davam de cara com uma bela moça que, encostada em um poste de luz, dava o maior mole pra rapaziada.

A bela moça pedia ao cavalheiro que lhe acendesse o seu cigarro e eis que antes que rapaz lhe prestasse o favor, a bela moça transformava-se num monstro esticando-se até poder ela mesma encostar seu cigarro no fogo do lampião a gás que ficava no topo do poste. O jovem boemio saia correndo assustado gritando: "Num-se-pode! Num-se-pode!"

Um amigo diz que esta lenda era contada pelas mães aos seus filhos, para que eles evitassem sair à noite em busca de aventuras nos "ambientes" e assim evitar que adiquirissem doenças venéreas.

Um comentário:

linsjampa disse...

Bom dia!
Meus caros, podem me dizer o nome do ilustrador dessa imagem da Num-se-pode?
Grato!