quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Piauiês: Vamos brincar de peteca no buraco?



O jogo de petecas (bola de gudes) sempre foi uma das brincadeiras mais divertidas pra criançada piauiense. Há uma modalidade em que se jogam com três buracos no chão e que pode ser jogada por cima (em pé) ou no dedo quilado, agachado usando as duas mãos: uma pra lançar a peteca e outra pra apoiar.
No jogo de buracos, começa quem conseguir colocar a peteca mais próxima do primeiro buraco, quem faz isto “manda” no jogo, é o primeirão.
Cada jogador tem que fazer todos os buracos indo e voltando até o primeiro buraco que vira a matança.
Os que assim o fazem ficam na matança, ou seja, se bilar a peteca dos outros irá eliminá-los e ganhará suas petecas, até pelebrá-los, ou seja, deixá-los sem petecas, os melhores são chamados de güabis (certeiro) e acerta até de caspilte (de raspão) .
O mais esperto antes de ser vítima do “matador’ pode pedir pra anular o jogo e ser o último a começar o partida seguinte, o que pode lhe garantir boa vantagem, faz-se isto gritando “ANULIUTE”, ou seja, anulo e sou o último.

3 comentários:

Anária disse...

Tio Neto eu brinquei demais de peteca, passava a tarde inteira.. só "bilando" .. tempos bons

Pchaves disse...

Puxa! Senti saudades...

Anônimo disse...

Não esqueça que quem estiver com a jogada pode pedir "donada" e impedir que outro grite o Anuliute... kkkkkkk ô tempo bom!!!

A2d